CartaExpressa

Gleisi pede que Conselho de Ética julgue Gustavo Gayer por quebra de decoro

O parlamentar fez uma publicação associando o presidente Lula a um soldado do Hamas. Na foto falsa, o petista aparece com uma suástica no rosto e em uma braçadeira

Fotos: Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados e Reprodução/Redes Sociais
Apoie Siga-nos no

A presidenta do PT, Gleisi Hoffmann, entrou com uma representação junto ao Conselho de Ética da Câmara dos Deputados contra o deputado federal Gustavo Gayer (PL-GO), que fez uma publicação na qual associa o presidente Lula (PT) a um soldado do Hamas. Na foto falsa, o petista aparece com uma suástica no rosto e em uma braçadeira.

A petista pede que o parlamentar seja julgado por quebra de decoro parlamentar.

Gleisi aponta que a publicação “faz uma clara alusão de que o Presidente da República estaria defendendo, com o emprego de armas de fogo, o Grupo Terrorista Hamas e a ideologia Nazista” e completa que a conduta “foge da atitude de um representante popular, na medida em que o aludido Deputado Federal se comporta de forma odiosa, desesperançosa, que beira até mesmo a conduta criminalidade”.

Sustenta, na sequência, que o ataque deliberado ao presidente da República é “imoral e antiético” e que extrapola não os os limites da proteção da atividade parlamentar como a própria instituição Câmara dos Deputados, motivo pelo qual pede a abertura da representação como forma de cessar e coibir as agressões a Lula (PT).

“Para que se configure a quebra do decoro, é até dispensável que o Deputado tenha praticado conduta tipificada pelo Código Penal ou Legislação extravagante (o que não é o caso). Basta que a conduta seja considerada, em juízo político, como indecorosa”, aponta Gleisi.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo