Facebook suspende conta de Eduardo Bolsonaro por usar frases atribuídas a Hitler

O deputado é reincidente, já tendo sido suspenso por sete dias por postagem que fere as regras de interação na rede social

Deputado Eduardo Bolsonaro (PSL) (Foto: Lula Marques)

Deputado Eduardo Bolsonaro (PSL) (Foto: Lula Marques)

Política

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) teve sua conta do Facebook suspensa temporariamente por após ter publicado frases supostamente ditas por Adolf Hitler. O deputado vai recorrer na Justiça do Distrito Federal pelo direito de normalizar. As informações são da coluna “Ancelmo Gois”, do jornal O Globo.

Desde 14 de julho, a página de Eduardo Bolsonaro na rede social está impedida de postar e comentar posts dos outros. Este “gancho” do Facebook, imposto à página do deputado, tem duração de 30 dias. Ainda segundo o jornalista, Eduardo argumenta que não teve direito à defesa e solicita que uma liminar na Justiça para remover as restrições de seu perfil.

 

 

Não é a primeira vez que Eduardo tem sua conta suspensa na rede social. Em junho, após publicar um vídeo de seu pai, o presidente Jair Bolsonaro, dizendo que metade das mortes ocorridas por Covid-19 no Brasil não ocorreram por causa da doença, o deputado teve sua conta suspensa por 7 dias. A informação publicada foi desmentida pelo presidente.

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Repórter do site de CartaCapital

Compartilhar postagem