Política

‘Eu era risco, virei 1% e agora sou 2%. Aumentei 200%’, diz Tebet sobre desempenho nas pesquisas

A emedebista afirmou ter segurança de que o PSDB apoiará a sua candidatura, após João Doria desistir de concorrer

Foto: Roberto Castello/Flickr Simone Tebet
Foto: Roberto Castello/Flickr Simone Tebet
Apoie Siga-nos no

Confirmada como pré-candidata do MDB à Presidência, a senadora Simone Tebet minimizou resistências internas ao seu nome e a baixa competitividade nas pesquisas de intenção de voto.

Tebet também afirmou, nesta quarta-feira 25, ter segurança de que o PSDB apoiará a sua candidatura, após o ex-governador de São Paulo João Doria desistir de concorrer. Ela ainda tentou fazer um apelo ao eleitorado feminino.

“Quando eu entrei na vida pública, havia uma dificuldade de mulher votar em mulher”, discursou. “Mulher que tem protagonismo acaba empoderando outra mulher. Hoje, eu posso dizer: mulher vota em mulher.”

“Eu era risco [sem intenção de votos nas pesquisas], virei 1% e agora sou 2%. Aumentei 200% sem sequer me apresentar ao Brasil. Não vamos menosprezar a força das mulheres eleitoras que não estão satisfeitas com o Brasil que têm.”

Na sede do MDB, em Brasília, Tebet fez o pronunciamento ao lado dos presidentes do MDB, Baleia Rossi, e do Cidadania, Roberto Freire. A ausência do presidente do PSDB, Bruno Araújo, que também participa das discussões da coligação desde o ano passado, foi sentida.

Como um aceno ao PSDB, a senadora declarou que a sigla “nasceu da alma e do coração do MDB”, lembrando a fundação da legenda a partir de uma dissidência interna do antigo MDB, nos anos 80.

No MDB, uma ala do Nordeste – em especial o senador Renan Calheiros, de Alagoas, e o ex-senador Eunício Oliveira, do Ceará – já fechou apoio à campanha de Lula. Tebet, porém, diz que, embora não haja unanimidade no partido, sua candidatura terá “unanimidade nas convenções”.

(Com informações da Agência O Globo)

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.