Política

“Esse é um caminho do fracasso, que vai quebrar o Brasil”, diz Bolsonaro sobre lockdown

O presidente argumentou dizendo que o Brasil está se tornando um país de pobres por conta da crise do coronavírus

Presidente Jair Bolsonaro na saída do Palácio da Alvorada. Foto: reprodução.
Apoie Siga-nos no

O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender o fim do isolamento social no Brasil. Em entrevista na saída do Palácio da Alvorada nesta quinta-feira 14, o capitão mandou um recado para os governadores. “Esse (lockdown) é um caminho do fracasso, que vai quebrar o Brasil. Governadores e prefeitos, façam como eu, reconheçam o erro e façam a coisa certa”, disse o capitão.

Dessa vez, no entanto, o presidente não atacou os políticos como vinha fazendo e se disse aberto ao diálogo. “Um apelo que eu faço aos governadores: revejam essa política, eu estou pronto pra conversar”, afirmou Bolsonaro.

Novamente ele voltou a citar as consequências econômicas da crise causada pelo coronavírus.”O Brasil está quebrando e a economia não se recupera como falam. Vamos ser um país de miseráveis como alguns da Africa”, argumentou. “O Brasil está se tornando um país de pobres”, ressaltou o presidente.

Nesta quarta-feira 13, o Brasil voltou a bater recordes de mortes pelo coronavírus. O Ministério da Saúde contabilizou novas 749 mortes por coronavírus em 24 horas totalizando 13.149 óbitos em todo o país.

“Ta morrendo gente? Ta. Lamento, mas vai morrer muito mais se a economia continuar sendo destroçada por essas medidas. Tem que reabrir, vamos morrer de fome e a fome mata”, afirmou o presidente.

– Povo passando fome quer trabalhar, caminho do caos, impossibilitados de botar comida na mesa de sua família. Miséria, decretos de governadores e prefeitos.. Link no YouTube:

Posted by Jair Messias Bolsonaro on Thursday, 14 May 2020

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo