Política

Doria destina 26 milhões para internação de dependentes em comunidades religiosas

As ‘comunidades terapêuticas’ são criticadas por não atuarem na redução de danos e terem fortes vínculos cristãos

Foto: José Cruz/Agência Brasil Juiz bloqueia R$ 29 mi de Doria por 'autopromoção'. Foto: José Cruz/Agência Brasil
João Doria
Foto: José Cruz/Agência Brasil Juiz bloqueia R$ 29 mi de Doria por 'autopromoção'. Foto: José Cruz/Agência Brasil
Apoie Siga-nos no

O governador João Doria anunciou, nesta quinta-feira 18, que irá investir mais de 26 milhões de reais no Programa Recomeço, voltado ao método de internação de dependentes químicos em “comunidades terapêuticas” e “repúblicas”.

A Federação Brasileira de Comunidades Terapêuticas (FEBRACT) será a beneficiada do montante. De acordo com informações fornecidas pelo governo do estado, a rede conta com 1395 vagas na rede.

Em coletiva, o governador citou os pilares da “compaixão” e do “olhar de compreensão para as pessoas psicodependentes” a fim de receberem um tratamento de saúde e oportunidades no mercado de trabalho. No entanto, não ofereceu dados relativos à empregabilidade de internos do passado.

O programa, criado pelo ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB), utiliza de metodologias como a abstinência em um local de isolamento social, o que é motivo de críticas por parte de especialistas, incluindo o Conselho Federal de Psicologia, que apontam práticas de redução de danos como a política mais eficiente e com menor margem de intenções lucrativas com o tratamento de dependentes.

Com isso, a política de Doria assemelha-se à utilizada pelo presidente Jair Bolsonaro com a Nova Política Nacional de Saúde Mental, que privilegia leitos em hospitais psiquiátricos em detrimento dos serviços abertos e de base comunitária do CAPS (Centro de Atenção Psicossocial).

Além disso, o vínculo entre comunidades terapêuticas e entidades religiosas não é incomum: segundo levantamento feito pela Agência Pública, 70% das instituições que receberam verba do governo federal em 2019 eram ligadas ao cristianismo. Entre as filiadas à FEBRACT, também figuram diversos centros com nomes referentes a santos, padres e demais símbolos religiosos.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.