Política

Destino de Bolsonaro tem de ser a cadeia, diz Gleisi em conferência eleitoral do PT

Evento com cerca de 2,5 mil pessoas marcou abertura do ‘modo campanha’ do PT para as eleições de 2024

Foto: Alessandro Dantas/PT
Apoie Siga-nos no

A presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann, defendeu a prisão do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) durante uma conferência do partido nesta sexta-feira 8, em Brasília.

O evento marca a abertura do “modo campanha” da sigla para as eleições municipais de 2024, com a presença do presidente Lula (PT) e de ministros, governadores e parlamentares.

Na ocasião, Gleisi relembrou os ataques golpistas de 8 de Janeiro e saudou o atual governo pela resposta das instituições aos atos. Em seguida, defendeu uma punição a Bolsonaro mais grave que a inelegibilidade.

“Ficará na história a reação das instituições e da sociedade sob sua liderança, presidente Lula, à violenta tentativa de Bolsonaro e dos seus cúmplices contra a democracia e a soberania popular em 8 de Janeiro de 2023”, afirmou Gleisi.

”Precisam responder pelo que fizeram. Precisam pagar pelos seus erros. E o destino de Bolsonaro não pode ser somente a inelegibilidade. Terá que ser também a cadeia”, disse a presidenta do PT.

Em seu discurso, Gleisi também reforçou a visão de que as eleições municipais serão uma oportunidade para relembrar o que chamou de “destruição” na gestão anterior.

A organização do evento contabilizou cerca de 2,5 mil pessoas presentes.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.