Política

Datena lidera corrida pelo Senado em SP e França aparece em segundo lugar

Nova pesquisa Real Time Big Data traz ainda as candidatas bolsonaristas Janaína Paschoal e Nise Yamaguchi bem distantes na disputa

Fotos: Reprodução
Fotos: Reprodução
Apoie Siga-nos no

A nova pesquisa da Real Time Big Data divulgada nesta terça-feira 29 mostra o apresentador José Luiz Datena (União Brasil), da TV Bandeirantes, com larga vantagem sobre os demais candidatos na busca por uma vaga no Senado por São Paulo. Em segundo lugar aparece Márcio França (PSB).

Datena, segundo a pesquisa, tem 32% da preferência do eleitorado paulista. O apresentador não descarta ser vice na chapa de Ciro Gomes (PDT).

França, por sua vez, contaria com 19% das intenções de voto caso concorra ao cargo. O pessebista oficialmente é o candidato do partido ao governo, mas as negociações que envolvem uma aliança com o PT podem levar o político a pleitear a vaga no Congresso.

Há nos bastidores a expectativa de alguns setores de que França desista de concorrer contra Haddad, atual líder nas pesquisas, e receba o apoio do PT para concorrer ao Senado. A movimentação consolidaria uma aliança mais ampla entre as siglas, que devem formar a chapa presidencial com Lula e o recém-chegado ao PSB Geraldo Alckmin.

Mais distante dos dois primeiros colocados na disputa estão o ex-presidente da Fiesp Paulo Skaf (MDB), que tem 11%, e a deputada bolsonarista Janaína Paschoal (PRTB), que aparece com 6%.

A médica negacionista Nise Yamaguchi (PTB), também apoiadora do presidente Jair Bolsonaro, soma apenas 2%. A pesquisa ainda mostra Heni Ozi Cukier (Podemos) e Ricardo Melão (Novo), com 1%.

Haddad senador

A Real Time Big Data também monitorou um cenário em que o ex-prefeito de SP Fernando Haddad (PT) seria candidato ao Senado e não ao governo do estado. Neste caso, Haddad repetiria o desempenho de França e ficaria em segundo lugar, com 20%, atrás de Datena, que iria a 33%.

Um cenário sem Datena também foi pesquisado. Neste caso, quem lidera é França, que vai a 27% das intenções de voto, ante 18% de Skaf e 11% de Janaína Paschoal.

Para chegar aos resultados, o levantamento entrevistou 1.500 eleitores de SP entre os dias 25 e 27 de março. As entrevistas foram realizadas por telefone. A pesquisa tem margem de erro de 3 pontos percentuais.

 

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , , , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.