Política

Datafolha: Lula chega a 50% dos votos válidos e pode vencer no 1º turno

Para triunfar na 1ª rodada, o petista tem de obter mais de metade dos votos válidos, excluindo nulos e brancos

Fotos: Ricardo Stuckert e Miguel SCHINCARIOL / AFP
Apoie Siga-nos no

O candidato do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, tem 50% dos votos válidos e pode vencer a eleição para a Presidência da República no primeiro turno, segundo uma pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira 22. Na comparação com o levantamento anterior, da semana passada, o petista oscilou dois pontos para cima.

Considerando a margem de erro, Lula tem entre 48% e 52%. Para triunfar na primeira rodada, ele tem de obter mais de metade dos votos válidos, excluindo nulos e brancos.

Jair Bolsonaro (PL) anota 35%, um ponto a menos que na pesquisa passada.

O resultado no Datafolha dá novo fôlego à estratégia do PT de buscar o chamado “voto útil”, ou seja, atrair eleitores que hoje declaram voto em outros candidatos, como Ciro Gomes (PDT) e Simone Tebet (MDB).

Na última segunda 19, Lula recebeu o endosso de oito ex-candidatos ao Planalto. Entre os novos apoiadores estão o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles e o ex-titular da Educação Cristovam Buarque.

“Cada gesto meu é na perspectiva de mostrar pra sociedade que eu quero ganhar no primeiro turno”, afirmou o ex-presidente, na ocasião.

Nesta quinta, o ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso (PSDB) divulgou uma nota com suas considerações sobre a disputa no primeiro turno. No texto, ele não cita nominalmente Lula, mas as menções positivas aos principais pilares do plano de governo do petista deixam poucas margens para dúvidas.

“Peço aos eleitores que votem no dia 2 de outubro em quem tem compromisso com o combate à pobreza e à desigualdade”, diz o trecho principal do texto de FHC.

Considerando os votos totais, de acordo com o Datafolha, Lula lidera a corrida ao Palácio do Planalto com 14 pontos de vantagem sobre Bolsonaro. O petista tem 47% das intenções de voto, contra 33% do ex-capitão. Ciro anota 7% e Simone chega a 5%.

Na rodada anterior, de 15 de setembro, Lula tinha 45%, contra 33% de Bolsonaro, 8% de Ciro e 5% de Simone.

Na projeção de segundo turno, Lula aparece com 16 pontos de vantagem: 54% a 38%. Os índices são os mesmos do levantamento anterior.

Bolsonaro continua a ser o candidato mais rejeitado. 52% dos eleitores não votariam nele de jeito nenhum, ante 39% em Lula, 24% em Ciro e 15% em Simone.

A pesquisa ouviu 6.754 pessoas em 343 municípios entre os dias 20 e 22 de setembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral sob o código BR-04180/2022.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.