Política

Damares: “O Movimento Gay não é gay. É ideológico e partidário”

“Nós não temos que amar os homossexuais. temos que respeitá-los e acolhê-los na Igreja”, disse a ministra

A pastora e ministra Damares Alves. Ela já avisou que (Foto: reprodução da TV) A pastora e ministra Damares Alves. Ela já avisou que "questiona algumas áreas indígenas" (Foto: reprodução da TV)">
A pastora e ministra Damares Alves. Ela já avisou que "questiona algumas áreas indígenas" (Foto: reprodução da TV) A pastora e ministra Damares Alves. Ela já avisou que "questiona algumas áreas indígenas" (Foto: reprodução da TV)
Apoie Siga-nos no

Em palestra ministrada em uma igreja evangélica em Belém do Pará, em 2014, a atual ministra da Mulher, da da Família e dos Dreitos Humanos, Damares Alves, afirmou que os movimentos em defesa dos direitos da população LGBTI+ não são compostos por pessoas homossexuais, mas sim por pessoas que são “financiadas por determinados partidos políticos para promover a ideologia de gênero”.

Em sua pregação, Damares dá como exemplo deste tipo de líderes de movimentos gays dois parlamentares de partidos de esquerda no Brasil que são autores de um projeto de lei que permitiria que crianças pudessem mudar de sexo sem autorização dos pais. Ela se referia aos deputados Jean Wyllys (PSOL-RJ) e Érica Kokay (PT-DF).

Leia também: Damares: "Tem muito hotel especializado em sexo com animais no Brasil"

Esta não é a primeira nem a segunda declaração polêmica da ministra da Família de Jair Bolsonaro. Conforme informou a CartaCapital no dia 15 de janeiro, por exemplo, Damares Alves já disse que o “Movimento Gay tem um plano para tirar a Bíblia de circulação no Brasil”. A mesma ministra já disse também que existe no Brasil “hotéis de fachada especializados em oferecer sexo com animais para turistas estrangeiros”.

.

Leia também: Movimento Gay quer tirar Bíblia de circulação no Brasil, diz Damares

Vinicius Segalla

Vinicius Segalla Ex-editor executivo do site de CartaCapital

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.