Política

CUT/Vox Populi: Sentença de Moro impulsiona Lula candidato

Novo levantamento, realizado após a condenação do petista, aponta melhora na imagem do ex-presidente, que bate os concorrentes em qualquer cenário

O apoio a Lula não recuou
O apoio a Lula não recuou

 A condenação no caso do tríplex do Guarujá não afetou a confiança dos eleitores em Lula. Ao contrário. A mais recente pesquisa CUT/Vox Populi aponta uma variação positiva, dentro da margem de erro, das intenções de voto no ex-presidente. O petista lidera em todos os cenários de primeiro turno, bateria qualquer adversário no segundo e tem um volume de citações espontâneas largamente superior aos concorrentes testados.

O levantamento ouviu 1999 eleitores em todos os estados e no Distrito Federal entre 29 e 31 de julho, depois, portanto, de o juiz Sergio Moro determinar a pena de nove anos e meio de prisão para Lula. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Leia Mais:
A Globo ataca, mas a mídia segue dividida sobre o futuro de Temer
Brasil, o pesadelo

Um dado em particular chama a atenção: continua a melhorar entre os eleitores a percepção de que o ex-presidente é honesto. Seis meses atrás, 30% lhe atribuíam essa característica. Na última pesquisa, o índice chegou a 35%. O petista também foi mais bem avaliado em outros quesitos, como competência e credibilidade.

Em certa medida, ela reflete a visão majoritária de que não ficou provado que o apartamento no Guarujá pertencia ao ex-presidente (42% a 32%) e de que Moro trata com mais rigor Lula e o PT (44% a 42%).

“Para acabar com a imagem de Lula e prejudicá-lo efetivamente na disputa eleitoral, a coalizão antipetista vai precisar dispor de alguém mais forte do que Moro’, avalia o cientista político Marcos Coimbra, diretor do Vox Populi, em artigo publicado na edição de CartaCapital que chega às bancas em São Paulo nesta sexta-feira 4 e no restante do País no sábado 5.

Confira as principais análises da pesquisa:

Melhora a avaliação pessoal

De fevereiro de 2016 para cá, o ex-presidente avançou em quase todos os quesitos pesquisados. No último levantamento, 60% o consideraram capaz de enfrentar uma crise e 58% o classificaram como competente e bom administrador.

O mais lembrado

Nas menções espontâneas, o petista supera de longe todos os demais presidenciáveis testados. Quando perguntados em quem votariam para presidente, 42% citaram Lula. O segundo colocado, Jair Bolsonaro, foi mencionado por 8%.

Primeiro turno

O Vox Populi testou dois cenários. Em um, o governador paulista Geraldo Alckmin figura como o candidato do PSDB. Em outro, o prefeito de São Paulo, João Doria, o substitui no posto. Os resultados não se alteram muito. Ao longo do tempo, a pesquisa constata uma perda de espaço dos tucanos, substituídos por Bolsonaro no imaginário antipetista.

Segundo turno

Nos cenários testados, o adversário que mais “ameaça” Lula é Bolsonaro, embora o índice obtido pelo deputado não se descole muito daqueles dos demais.

 

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!