Política

‘Confraternização de selvagens e drogados’, diz Sérgio Camargo sobre cancelamento do carnaval

Bolsonarista ainda disse que a esquerda é a principal responsável pelo lixo, as brigas, a bebedeira e as baixarias que, segundo ele, têm na festa

Sérgio Camargo, presidente da Fundação Palmares. Foto: Reprodução
Apoie Siga-nos no

O presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo, usou as suas redes sociais nesta sexta-feira 7 para comemorar o cancelamento do carnaval de rua em São Paulo, anunciado pelo prefeito Ricardo Nunes (MDB).

Apesar de não ser favorável à imunização contra a Covid-19, o bolsonarista usou o “risco do vírus” como argumento ao afirmar que a medida foi uma “vitória do povo de São Paulo” após pressionar a Prefeitura da capital paulista.

O presidente da instituição ainda disse que a esquerda é a principal responsável pelo lixo, as brigas, a bebedeira e as baixarias protagonizadas na festa.

 

ENTENDA MAIS SOBRE: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.