…

Chorando, irmão de Lula diz que ex-presidente “é um sequestrado”. Veja

Política

Frei Chico, irmão de Luiz Inácio Lula da Silva, visitou nesta quinta-feira 31 o ex-presidente na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. Na saída, ele conversou com os manifestantes que mantêm ativa há 300 dias a chamada “Vigília Lula Livre”, em frente ao prédio da PF.

Bastante emocionado e sem conseguir conter as lágrimas, Frei Chico lamentou que seu outro irmão, Genival Inácio da Silva, o Vavá, tenha morrido sem poder ver Lula, seu irmão caçula. “Meu irmão não é um preso, é um sequestrado político”, afirmou. Veja o vídeo abaixo.

Após deixar o local, em entrevista por telefone à CartaCapital, Frei Chico disse que Lula está “bem de saúde e de cabeça”, mas muito chateado de não ter se despedido de Vavá.  “Desde que Lula foi preso, nunca mais viu o Vavá. Porque ele morava em São Paulo, e, pela condição dele, não tinha como viajar”, explicou Chico. Vavá sofria de um câncer no pulmão e vinha sendo submetido a um tratamento quimioterápico desde antes de Lula ser preso.

Para o irmão de Lula, o ex-presidente está pagando pela política soberana que teria aplicado no país. “A verdade é que o Lula fez um governo que incomodou muita gente, desde uma elite egoísta brasileira até grupos econômicos cujo poder central está instalado em Nova York, em Washington. A Operação Lava Jato, com seus líderes que tanto gostam dos Estados Unidos, montou uma teoria baseada em achismos e sem nenhuma prova, tendo desde sempre a intenção de prendê-lo. Isso está cada vez mais claro”, afirmou.

Frei Chico disse também que não vê possibilidade de Lula sair da prisão a contar unicamente com a prestação jurisdicional, com o desenrolar natural do processo penal contra Lula, em que pese tenha a certeza da inocência do irmão:

Leia também: Episódio de enterro de irmão de Lula revolta meio jurídico

É só a pressão popular que pode fazer com que Lula saia da cadeia. As pessoas precisam entender isso. A lei não vale para Lula, tudo em seu processo é de exceção.

Ainda segundo ele, “o Poder Judiciário está refém de uma gente vingativa e que odeia o Lula e tudo que ele representa. Se deixarmos, eles ainda vão destruir o Brasil”. Finalmente, perguntado se tinha mais algum assunto que queria abordar ou informação a transmitir, ele disse: “A Luta continua”.

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Editor-executivo do site CartaCapital.com.br

Compartilhar postagem