Política

Cerrado e Amazônia têm aumento de queimadas entre os primeiros semestres de 2022 e 2021

As informações foram baseadas em dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, o Inpe

Queimadas na Amazônia têm alta. Foto: Imazon
Queimadas na Amazônia têm alta. Foto: Imazon
Apoie Siga-nos no

O número de queimadas aumentou 13% no Cerrado e 17% na Amazônia durante os seis primeiros meses de 2022, em comparação com o mesmo período do ano passado.

A informação foi divulgada nesta sexta-feira 1, com base no Programa Queimadas, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, o Inpe.

No Cerrado, foram detectados 10.869 focos de queimadas entre janeiro e junho, frente a 9.568 focos no primeiro semestre de 2021. Esse período registrou o maior número desde 2010.

Além disso, foram desmatados 3.364 km2 desde o início de 2022 – um aumento de 34% em relação ao mesmo período em 2021.

Já na Amazônia, o número acumulado de queimadas no primeiro semestre foi de 7.533, frente ao índice de 6.387 no mesmo período do ano passado.

No acumulado de alertas desde o início do ano, a Amazônia teve o pior início de ano desde o lançamento do Deter: 3.750 km2, um aumento de 4% em relação ao mesmo período no em 2021.

Os dados foral atualizados até 24 de junho.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.