“Assustador”, reage Barroso sobre discurso de Bolsonaro; veja repercussão

Presidente participou de ato neste domingo que pedia intervenção militar e o fechamento do Congresso e do STF

O ministro Luís Roberto Barroso. (Foto: Nelson Jr./SCO/STF)

O ministro Luís Roberto Barroso. (Foto: Nelson Jr./SCO/STF)

Política

O discurso do presidente Jair Bolsonaro neste domingo 19 para centenas de apoiadores que fizeram um ato a favor do governo e em defesa de intervenção militar e do fechamento do Congresso e do Supremo Tribunal Federal causou reações imediatas.

O futuro presidente do STF, Luís Roberto Barroso, escreveu numa rede social que é “assustador ver manifestações pela volta do regime militar, após 30 anos de democracia”. “Só pode desejar intervenção militar quem perdeu a fé no futuro e sonha com um passado que nunca houve”, continuou o ministro.

No discurso feito de cima de uma caminhonete e sem microfone, Bolsonaro disse que ele e seus apoiadores “não querem negociar nada e que querem uma ação pelo Brasil”. Criticou a “velha política” e disse que “todos sem exceção no Brasil têm que ser patriotas”. “Todos no Brasil têm que entender que estão submissos à vontade do povo brasileiro. Chega da velha política. Agora é Brasil acima de tudo e Deus acima de todos”, disse. Ai final do discurso, Bolsonaro teve uma crise de tosse.

Veja outras repercussões sobre a fala do ex-capitão:

 

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem