Política

Associação de igreja bancará ato de Bolsonaro em São Paulo, diz Malafaia

A informação foi confirmada pelo pastor após uma reunião com o ex-presidente, alvo da PF por trama golpista em 2022

Reação. Um coletivo de mulheres evangélicas processa Malafaia por transfobia - Imagem: Isac Nóbrega/PR
Apoie Siga-nos no

O pastor Silas Malafaia afirmou nesta quinta-feira 15 que a manifestação convocada por Jair Bolsonaro (PL) para 25 de fevereiro, em São Paulo, será financiada com recursos da Associação Vitória em Cristo, ligada à Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo.

“A entidade [por] que somos responsáveis, no nosso estatuto, prevê que ela pode fazer manifestações públicas. Então, os recursos são exclusivos da Associação Vitória em Cristo“, disse o pastor. “Não tem recursos de políticos, não tem recurso de caixa dois, de onde quer que seja. Estamos amparados legalmente para fazer esse tipo de manifestação.”

A declaração foi concedida após uma reunião com Bolsonaro e aliados políticos na sede do Partido Liberal, em Brasília. 

Inicialmente, Malafaia havia indicado que apenas o trio elétrico “Demolidor” seria pago pela igreja. A Associação Vitória em Cristo, comandada pelo pastor, é mantida por doações de fiéis.

O encontro desta quinta ocorre uma semana depois da operação da Polícia Federal contra Bolsonaro e aliados para apurar a tentativa de golpe de Estado em 2022.

ENTENDA MAIS SOBRE: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Depois de anos bicudos, voltamos a um Brasil minimamente normal. Este novo normal, contudo, segue repleto de incertezas. A ameaça bolsonarista persiste e os apetites do mercado e do Congresso continuam a pressionar o governo. Lá fora, o avanço global da extrema-direita e a brutalidade em Gaza e na Ucrânia arriscam implodir os frágeis alicerces da governança mundial.
CartaCapital não tem o apoio de bancos e fundações. Sobrevive, unicamente, da venda de anúncios e projetos e das contribuições de seus leitores. E seu apoio, leitor, é cada vez mais fundamental.
Não deixe a Carta parar. Se você valoriza o bom jornalismo, nos ajude a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo