Ao lado de Silvio Santos e Edir Macedo, Bolsonaro participa de desfile militar

Ex-capitão esteve em seu primeiro desfile de Sete de Setembro como presidente, acompanhado de empresários e religiosos

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Política

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) participou neste sábado 7, em Brasília, do seu primeiro desfile militar de Sete de Setembro desde que foi eleito. O ex-capitão estava acompanhado de empresários e religiosos, como Silvio Santos (dono do SBT), Edir Macedo (proprietário da Record TV) e Luciano Hang (Havan). 

Também estiveram presentes o vice-presidente, Hamilton Mourão, e o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, não compareceram devido a viagens ao exterior. 

Com o slogan “Vamos valorizar o que é nosso”, a comemoração ao Dia da Independência não teve números oficiais de participantes divulgados pela Polícia Militar do Distrito Federal. O governo esperava cerca de 20 mil pessoas. 

Bolsonaro chegou à Esplanada dos Ministérios no Rolls-Royce presidencial, ao lado do filho Carlos Bolsonaro (PSL-RJ), vereador no Rio de Janeiro. Pouco depois, o presidente convidou uma criança a subir no carro.

Em outro momento do desfile, o presidente desceu do camarote de autoridades e passou a caminhar pela Esplanada ao lado do Ministro da Justiça, Sergio Moro. Também o acompanharam os ministros Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e Onyx Lorenzoni (Casa Civil). O ex-capitão acenou para os presentes e recebeu gritos de apoio. 

De volta à tribuna, Bolsonaro ainda usou um capacete da Polícia Rodoviária Federal e outro dos bombeiros durante os desfiles destas corporações.

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem