Ao lado de Doria, Covas prega união e exalta seu vice

Tucano foi escolhido neste domingo para comandar a capital paulista pelos próximos quatro anos

Prefeito reeleito de São Paulo, Brucno Covas (PSDB). Foto: Reprodução / Globo News.

Prefeito reeleito de São Paulo, Brucno Covas (PSDB). Foto: Reprodução / Globo News.

Política

O prefeito reeleito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), fez um pronunciamento na noite deste domingo 29, após vencer a eleição na capital paulista. Ao lado de seu vice, Ricardo Nunes (MDB), e do governador João Doria, o tucano pregou um discurso de união.

 

 

 

“Agradeço ao meu adversário (Guilherme Boulos). Fizemos um bom combate. Quero me dirigir a todos que acreditaram nele: nós vamos governar para todos. A partir de amanhã não existe distrito azul e distrito vermelho; existe a cidade para todos”, afirmou o prefeito.

Covas também exaltou Ricardo Nunes, dizendo que considera que seu vice sofreu ataques injustos durante a campanha. “Todo o sacrifício vai valer a pena pelo trabalho que vamos desenvolver juntos na Prefeitura de São Paulo”, disse.

Nunes evitou se expor durante a disputa na capital. Ele recusou entrevistas e debates e tentou reduzir o impacto de uma denúncia de violência doméstica e das acusações de envolvimento em um esquema de favorecimento em contratos públicos.

 

Recado a Bolsonaro 

No final de seu discurso, Covas enviou um recado ao presidente Jair Bolsonaro. Sem citar o ex-capitão, o prefeito reeleito afirmou que sua gestão terá foco na saúde e que é possível fazer política “sem ódio”.

“São Paulo mostrou que restam poucos dias para o negacionismo e obscurantismo. São Paulo disse ‘sim’ para a democracia, para a ciência, para a moderação e para o equilíbrio. Hoje é dia de celebrar nossa vitória”, afirmou o prefeito.

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Repórter do site de CartaCapital

Compartilhar postagem