Afonsinho

Médico e ex-jogador de futebol brasileiro

Opinião

assine e leia

Adeus a Zagallo

Minha história com o Lobo começou com a admiração que sempre nutri pela Seleção de 58, na qual jogaram os “santos do meu altar”

Lendária estrela brasileira foi o primeiro a vencer a maior competição do futebol como jogador e treinador. Foto: Lucas Figueiredo/CBF
Apoie Siga-nos no

As duas primeiras semanas deste início de ano vieram arrasadoras, com a reintegração de Ednaldo Rodrigues à presidência da Confederação Brasileira de Futebol, a morte de Mário Jorge Lobo Zagallo, na sexta-feira 5, e a partida de Franz Beckenbauer, considerado o maior nome da história do futebol alemão, na segunda-feira 8.

O retorno de Ednaldo é um fato de grande importância, tendo em vista o momento pelo qual passa o futebol brasileiro. O que a Justiça alega é que, com a presidência vaga, o Brasil corre o risco de ficar suspenso das disputas internacionais.

Este texto não representa, necessariamente, a opinião de CartaCapital.

ENTENDA MAIS SOBRE: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.