Mundo

Turista mexicana denuncia estupro coletivo perto da Torre Eiffel em Paris

Dois homens suspeitos foram detidos após a denúncia, mas posteriormente libertados sem terem sido processados nessa primeira instância

Torre Eiffel Foto: ALAIN JOCARD / AFP A torre Eiffel. Foto: ALAIN JOCARD / AFP
Apoie Siga-nos no

A turista mexicana que declarou ter sofrido um estupro coletivo na semana passada perto da Torre Eiffel, em Paris, fez uma denúncia formal e uma investigação foi aberta sobre o caso, indicou uma fonte judicial nesta segunda-feira 31.

A mulher, de 27 anos, disse que foi agredida sexualmente por cinco homens na madrugada de 26 para 27 de julho no Champ de Mars, um grande jardim situado aos pés do emblemático monumento da capital francesa.

“Hoje foi aberta uma investigação judicial pela acusação de estupro coletivo contra X” e as investigações agora continuam sob a supervisão de um juiz de instrução, disse a fonte judicial.

Segundo o jornal Le Parisien, que divulgou o caso, as autoridades perderam o rastro da jovem mexicana após seu depoimento na delegacia. A princípio, ela não quis registrar queixa.

A embaixada do México na França estava em “contato próximo” com a Polícia Judiciária, encarregada das investigações, e com a vítima para garantir a assistência e proteção consular.

“A investigação (…) permitiu localizar a vítima”, que prestou depoimento na manhã desta segunda-feira, disse a fonte. “Ela fez a denúncia”, acrescentou.

Dois homens, detidos pouco depois do ocorrido, foram colocados sob custódia policial e posteriormente libertados, sem terem sido processados nessa primeira instância, indicou a mesma fonte.

Este caso levou a direita política da capital a pedir mais uma vez o fechamento noturno do Champ de Mars, que consideram difícil de manter seguro e onde, em sua opinião, há muita criminalidade.

Durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos previstos para o verão de 2024, o local será usado para a realização das competições de vôlei de praia e de futebol para cegos.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.