Mundo

Sindicato dos metalúrgicos dos EUA apoiará Biden nas eleições

No último ano, Biden se tornou o primeiro presidente norte-americano a visitar grevistas e participar de um piquete

O presidente dos EUA, Joe Biden, discursa para grevistas em 26 de setembro de 2023. Foto: Jim Watson/AFP
Apoie Siga-nos no

O Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos (USW, na sigla em inglês) dos Estados Unidos anunciou nesta quarta-feira (20) seu apoio ao presidente Joe Biden durante as eleições presidenciais de novembro, nas quais ele buscará a reeleição contra seu antecessor republicano, Donald Trump.

“O presidente Biden tem mostrado repetidamente ao longo de seu primeiro mandato que apoia as famílias trabalhadoras”, disse o presidente do sindicato para assuntos internacionais, David McCall, em comunicado.

“Sua visão e governança permitiram ao nosso país fortalecer o acesso dos trabalhadores às negociações de contratos coletivos, fazer a classe média crescer e guiá-la rumo a uma maior prosperidade”, acrescentou.

O anúncio ocorre poucos dias depois de Biden informar que se opõe à aquisição do grupo siderúrgico americano U.S. Steel pelo conglomerado japonês Nippon Steel.

“U.S. Steel tem sido uma empresa emblemática por mais de um século, e é vital que continue sendo uma empresa americana, controlada e gerida a partir dos Estados Unidos”, disse Biden por meio de um comunicado, em 15 de março.

A preocupação é especialmente forte na Pensilvânia, nordeste do país, onde está localizada a sede da U.S. Steel e que será um dos estados decisivos na definição das eleições presidenciais.

O USW declarou que seu apoio a Biden foi resultado de um “longo processo” de reflexão, que incluiu consultas com seus membros para entender suas prioridades.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo