Mundo

Presidente do Chile anuncia abertura de embaixada na Palestina

Chile e Palestina estabeleceram uma estreita relação desde a migração de palestinos que começou no século XX

Foto: Marcelo Segura / Chilean Presidency / AFP
Apoie Siga-nos no

O presidente do Chile, Gabriel Boric, informou na noite de quarta-feira que durante seu governo abrirá uma embaixada na Palestina, anúncio que fez durante uma cerimônia de Natal com a comunidade palestina no Chile, a maior fora do mundo árabe.

“Uma das decisões que temos como governo, acho que não tínhamos tornado público, estou me arriscando com isso, é que vamos elevar o caráter de nossa representação oficial na Palestina. Vamos abrir uma embaixada para o nosso governo”, disse Boric.

O Chile conta com um Escritório de Representação perante a Autoridade Nacional Palestina na cidade de Ramallah, inaugurado em abril de 1998. Enquanto isso, a Palestina conta atualmente com uma embaixada em Santiago.

Chile e Palestina estabeleceram uma estreita relação desde a migração de palestinos que começou no século XX e que atualmente ultrapassa 300.000 pessoas, tornando-se a maior colônia árabe fora do Oriente Médio e também convivendo com uma influente comunidade judaica composta por cerca de 30.000 membros.

Em 2011, o Chile reconheceu a Palestina como Estado e posteriormente apoiou sua entrada na Unesco.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.