Mundo

Parlamento finlandês aprova adesão à Otan com 95%

A invasão da Ucrânia, iniciada em 24 de fevereiro, levou a uma aproximação de Finlândia e Suécia da Otan. Os dois países permaneceram afastados da Organização do Tratado do Atlântico Norte inclusive durante a Guerra Fria

O secretário-geral da OTAN Jens Stoltenberg (esq.) e o presidente da Finlândia Sauli Niinisto em coletiva de imprensa em outubro de 2021.

Foto: Vesa Moilanen / Lehtikuva / AFP
O secretário-geral da OTAN Jens Stoltenberg (esq.) e o presidente da Finlândia Sauli Niinisto em coletiva de imprensa em outubro de 2021. Foto: Vesa Moilanen / Lehtikuva / AFP
Apoie Siga-nos no

O Parlamento finlandês votou, nesta terça-feira (17), em favor da adesão à Otan com uma maioria de mais de 95%, permitindo o envio da candidatura oficial do país nórdico como membro da Aliança Atlântica.

Ao final de uma sessão parlamenta de dois dias, o projeto de adesão foi adotado por 188 votos a favor, oito contra e nenhuma abstenção.

Embora fosse esperada uma grande maioria, o resultado final supera as projeções.

“É um resultado excepcional, não esperava que fosse tão claro. A votação é clara, não há mais discussões, hoje à noite [terça-feira] vamos assinar nossa carta de candidatura à Otan”, disse o ministro das Relações Exteriores da Finlândia, Pekka Haavisto.

Após a aprovação no Parlamento, o governo de Helsinque pode enviar sua candidatura à sede da Otan em Bruxelas simultaneamente com a da Suécia, o que “provavelmente” acontecerá na quarta-feira, segundo Haavisto.

As candidaturas da Finlândia e da Suécia, consequência direta da invasão russa da Ucrânia, foram formalizadas no domingo e na segunda-feira, respectivamente.

Na Suécia, onde o Parlamento foi consultado na segunda-feira, a ministra das Relações Exteriores, Ann Linde, assinou o formulário de inscrição nesta terça-feira, durante uma cerimônia.

AFP

AFP
Agência de notícias francesa, uma das maiores do mundo. Fundada em 1835, como Agência Havas.

Tags: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.