Mundo

Novo Parlamento toma posse no Uruguai, encerrando domínio da esquerda

O presidente eleito Luis Lacalle Pou, do partido de centro-direita, assumirá o cargo em 1º de março

O ex-senador de centro-direita Luis Lacalle Pou.
Foto: PABLO PORCIUNCULA / AFP
O ex-senador de centro-direita Luis Lacalle Pou. Foto: PABLO PORCIUNCULA / AFP
Apoie Siga-nos no

O novo Parlamento uruguaio iniciou seu período legislativo neste sábado 15 com a posse de deputados e senadores eleitos nas eleições gerais de outubro, encerrando a maioria que a esquerda mantinha em ambas as casas nos últimos 15 anos.

“A todos os deputados e senadores da @PNACIONAL e o restante da coalizão um abraço especial e meus agradecimentos pelo que vamos construir. Meus desejos de sucesso também para todos e todos os legisladores do país”, afirmou no Twitter o presidente eleito Luis Lacalle Pou, do Partido Nacional (PN, centro-direita), que assumirá o cargo em 1º de março.

Atualmente no governo, a Frente Ampla (esquerda) manterá 13 cadeiras de um total de 30 no Senado e 42 de 99 na Câmara dos Deputados. Embora continue a ter a maior bancada, estará em desvantagem contra os votos conjuntos da nova coalizão de cinco forças lideradas pelo PN e também composta pelo Partido Colorado (PC, liberal), Partido Independente (PI, social-democrata), Partido do Povo (PG, direita) e Cabildo Aberto (CA, direita).

O mandato do Legislativo dura cinco anos.

Por ser o titular da lista mais votada do partido mais votado (FA), o ex-presidente José Mujica, eleito senador, presidirá a Câmara Alta e a Assembleia Geral até 1º de março, quando a vice-presidente Beatriz Argimón tomará seu lugar.

Nesse dia, o presidente Tabaré Vázquez entregará o comando a Lacalle Pou, encerrando três mandatos consecutivos de governo da FA, todos com maioria parlamentar.

AFP

AFP Agência de notícias francesa, uma das maiores do mundo. Fundada em 1835, como Agência Havas.

Tags: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.