Mundo

Israel diz ter matado membro do Hamas que mantinha reféns em hospital

As Forças de Defesa da Israel informaram que eliminaram Ahmed Siam, membro da organização extremista

Registro da Faixa de Gaza, em 10 de novembro de 2023, em meio a ataques israelenses. Foto: Jack Guez/AFP
Apoie Siga-nos no

As Forças de Defesa da Israel informaram, neste sábado 11, terem eliminado um integrante do Hamas que mantinha reféns em um hospital.

Em nota, o Exército israelense afirmou que “aviões das FDI acabaram de atingir Ahmed Siam, responsável por manter aproximadamente 1.000 residentes e pacientes de Gaza como reféns no Hospital Rantisi, e impedir a sua evacuação para o sul”.

Em 27 de outubro, o Exército israelense acusou o Hamas de “travar uma guerra a partir de hospitais” na Faixa de Gaza, o que o grupo islamita negou veementemente.

As autoridades do Hamas em Gaza acusam Israel de bombardear hospitais, centros médicos e comboios de ambulâncias, deixando “dezenas de mortos e feridos”.

Segundo o Ministério da Saúde do Hamas, 16 dos 35 hospitais da Faixa de Gaza não estão funcionando, alguns porque foram bombardeados e outros porque não possuem combustível para seus geradores.

Anteriormente, o porta-voz do Exército israelense, Richard Hecht, disse aos repórteres que “há situações em que [os comandos do Hamas] usam um veículo civil para transportar terroristas”.

“Não disparamos contra ambulâncias e hospitais se sabemos que são apenas civis e fazem o que devem fazer”, acrescentou.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo