Mundo

Ex-empregada acusa Neymar por trabalho oculto e pede indenização de R$ 2 milhões

Segundo o jornal Le Parisien, o pedido de indenização foi feito na justiça trabalhista francesa

Créditos: FRANCK FIFE / AFP
Apoie Siga-nos no

Neymar está sendo acusado de trabalho oculto por uma ex-empregada doméstica que trabalhou há um ano e meio em sua casa em Bougival, no departamento de Yvelines, próximo de Paris, informaram os advogados da mulher nesta quarta-feira 15.

Segundo o jornal Le Parisien, que revelou a informação, a funcionária, que é brasileira, exige 368 mil euros (R$ 2 milhões na cotação atual) de indenização na justiça trabalhista francesa.

De janeiro de 2021 a outubro de 2022, “Neymar explorou a precariedade de nossa cliente para impor condições de trabalho indignas, violando as regras básicas do direito trabalhista”, escreveram os advogados Mes Caroline Toby e Vincent Champetier, em declarações à AFP.

A contratação desta funcionária sem autorização de residência e por meio período, que deveria ter sido reclassificado como emprego em tempo integral devido ao número de horas trabalhadas, não foi objeto de qualquer declaração, segundo as mesmas fontes.

“Lamentamos que tal personalidade possa ter demonstrado tanta desumanidade, chegando ao ponto de expulsar a nossa cliente de casa alguns dias antes de dar à luz prematuramente, enquanto ela se queixava de dores”, acrescentam os advogados.

De acordo com Toby e Champetier, Neymar é culpado de “óbvia violação das normas legais de proteção vinculadas à maternidade”. O despejo após o parto deixou a empregada “em total indigência, especialmente devido à falta de declaração às organizações sociais”, escreveram em uma carta datada de junho, na qual propuseram uma resolução amigável, mas não obtiveram resposta.

“Depois de termos levado o assunto à justiça trabalhista, estamos agora considerando dar a este caso as consequências criminais que ele merece”, alertaram os advogados nesta quarta-feira.

Procurada pela AFP, a assessoria de Neymar não retornou o contato.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.