Mundo

China e Argentina assinam acordo sobre a Rota da Seda, o ambicioso programa de Pequim

A iniciativa visa melhorar as relações comerciais entre a Ásia e os demais continentes por meio da construção de portos, ferrovias, aeroportos ou parques industriais

Alberto Fernández e Xi Jinping. Foto: Presidência da Argentina
Alberto Fernández e Xi Jinping. Foto: Presidência da Argentina
Apoie Siga-nos no

China e Argentina assinaram neste domingo 6 um protocolo de acordo permitindo a entrada do país sul-americano nas Novas Rotas da Seda, um ambicioso projeto de Pequim lançado sob a liderança de seu presidente, Xi Jinping.

A iniciativa Novas Rotas da Seda visa melhorar as relações comerciais entre a Ásia e os demais continentes por meio da construção de portos, ferrovias, aeroportos ou parques industriais.

Essas infraestruturas devem permitir que a China acesse mais mercados e abra novos caminhos de expansão para suas empresas.

Por ocasião de uma visita a Pequim para os Jogos Olímpicos de Inverno, iniciados na sexta-feira 4, o presidente argentino, Alberto Fernández, foi recebido neste domingo por seu colega Xi Jinping.

Os chefes de Estado assinaram um acordo para “promover conjuntamente a construção” de Novas Rotas da Seda, disse a televisão pública CCTV.

O acordo formaliza a entrada da Argentina nas Novas Rotas da Seda, bem como na “Rota da Seda Marítima do Século XXI”, para desenvolver a cooperação econômica, promover ações e projetos que aprofundem as relações entre os dois países e fortaleçam a conectividade regional, segundo o texto divulgado após a assinatura do acordo.

A China assinou acordos relacionados a esta iniciativa com cerca de 150 países.

De acordo com o Ministério do Comércio, as empresas chinesas investiram mais de 20 bilhões de dólares (17,4  bilhões de euros) em projetos relacionados com as Novas Rotas da Seda no ano passado.

AFP

AFP
Agência de notícias francesa, uma das maiores do mundo. Fundada em 1835, como Agência Havas.

Tags: , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.