Justiça

Ricardo Salles é absolvido de condenação por improbidade administrativa

Decisão do TJ-SP atende a recursos do ministro e da Fiesp, acusados e condenados, em 1ª instância, por mudarem mapas de manejo no Tietê

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Ricardo Salles
O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Apoie Siga-nos no

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, foi absolvido da condenação em 1ª instância que sofreu por improbidade administrativa enquanto atuava como Secretário do Meio Ambiente na gestão do ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB), em 2016.

A decisão foi publicada nesta quinta-feira 4 pela 1ª Câmara Reservada ao Meio Ambiente, do Tribunal de Justiça de São Paulo. Em dezembro de 2020, já havia maioria para derrubar a decisão feita em 1º grau.

O julgamento, que teve saldo de 4 votos favoráveis à defesa de Salles e 1 contrário, atende também ao recurso da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), apontada pelo Ministério Público de São Paulo como a beneficiária da alteração de documentos de licitação na área de proteção ambiental da várzea do rio Tietê – fator de denúncia do órgão.

Os procuradores afirmam que Salles e a Fiesp modificaram mapas elaborados pela Universidade de São Paulo (USP) e perseguiram funcionários da Fundação Florestal com o propósito de beneficiar empresas, especialmente companhias de mineração.

A condenação de Salles em primeira instância foi decidida pelo juiz Fausto José Martins Seabra, da 3ª Vara da Fazenda Pública, em dezembro do ano passado. Em primeiro grau, o magistrado considerou que as mudanças trouxeram prejuízos ao meio ambiente.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.