Justiça

Novo advogado de Queiroz diz que cliente teme pela vida

Senador Randolfe Rodrigues pediu ao MP medidas urgentes para resguardar a vida de Queiroz e seus familiares

Prisão de Fabrício Queiroz. Foto: AFP.
Prisão de Fabrício Queiroz. Foto: AFP.
Apoie Siga-nos no

O novo advogado de Fabrício Queiroz afirmou, nesta quinta-feira 18, que seu cliente recebeu ameaças e teme pela própria vida. Paulo Emílio Catta Preta assumiu o caso e se reuniu com Queiroz  no Presídio de Benfica, na Zona Norte do Rio, onde Queiroz foi levado depois de ter sido preso em São Paulo. Ao deixar o prédio, ele conversou com a imprensa.

O advogado disse não saber detalhes sobre as supostas ameaças recebidas por Queiroz. “Ele não me disse [quem fez as ameaças], mas disse que já recebeu ameaças desde que esse caso veio à tona”, enfatizou Paulo.

Ele contou que entrará com um pedido de liberdade de Queiroz. “Vou tentar, naturalmente, um pedido de revogação. Um habeas corpus é a medida natural nesse momento. E mais adiante, conhecendo em profundidade a investigação, nos prepararmos para enfrenta-la e esclarecermos o que nós acharmos que precisa ser esclarecido”, disse o advogado.

Catta Preta também era o advogado do miliciano e ex-PM Adriano Magalhães da Nóbrega, morto na Bahia em fevereiro.

O ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), Fabrício Queiroz, foi preso em Atibaia, interior de São Paulo, na manhã desta quinta-feira 18. Os mandados de busca e apreensão e de prisão foram expedidos pela Justiça do Rio de Janeiro, num desdobramento da investigação que apura esquema de rachadinha na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

Senador pede proteção do MP a Queiroz

O líder da oposição do Senado Federal, o senador Randolfe Rodrigues (REDE) entrou com um pedido ao Ministério Público do RJ pedindo medidas urgentes para resguardar a vida de Queiroz, além da incolumidade física e psicológica de seus familiares.

O senador justifica o pedido pela aproximação de Queiroz com a família Bolsonaro, possuindo enorme poder e capacidade de influência e pressão para o andamento das investigações.

Alexandre Putti

Alexandre Putti Repórter do site de CartaCapital

Tags: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.