Ex-presidente do Paraguai é alvo de mandado de prisão na Lava Jato

Horacio Cartes é acusado de ter ocultado seu patrimônio por meio do doleiro Dario Messer

Ex-presidente do Paraguai Horacio Cartes.  Foto: Eric Piermont/AFP

Ex-presidente do Paraguai Horacio Cartes. Foto: Eric Piermont/AFP

Justiça,Mundo

O ex-presidente do Paraguai Horacio Cartes é alvo de um mandato de prisão pela operação Lava jato do Rio de Janeiro. Nesta terça-feira 19, o juiz Marcelo Bretas expediu 16 mandados de prisão preventivas e 3 temporárias.

Cartes é suspeito de ter ocultado seu patrimônio por meio do doleiro Dario Messer, preso em julho deste ano. Essa é uma nova fase da Operação Câmbio Desligo, denominada Patron, para investigar grupo que deu apoio a fuga e à ocultação de bens de Dario Messer, conhecido como o ‘doleiro dos doleiros’.

O nome dos investigados que moram no Paraguai e Estados Unidos, como é o caso de Cartes, terão seus nomes incluídos na Difusão Vermelha da Interpol, por decisão judicial, indicou a PF.

O ex-presidente paraguaio Horacio Cartes deixou o poder em agosto de 2018 após cinco anos no poder. A operação é realizada pela Polícia Federal em conjunto com o Ministério Público Federal e a Receita.

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Post Tags
Compartilhar postagem