Covid avança, mas TJMS prepara cerimônia de posse para 300 convidados

Tribunal de Justiça alega que tomará cuidados contra a disseminação do novo coronavírus

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Justiça

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS) vai fazer no próximo dia 22, sexta-feira, a cerimônia de posse de sua nova diretoria e contará com a participação de convidados no auditório do Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, localizado em Campo Grande, capital do estado. Outras pessoas poderão acompanhar o evento via transmissão na internet, que será realizada na página do Tribunal no YouTube. Na ocasião, o desembargador Paschoal Carmelo Leandro fará a transferência do comando da corte para o magistrado Carlos Eduardo Contar.

 

 

Atualmente, Mato Grosso do Sul é líder no País em relação ao aumento no número de óbitos. Entre 10 de dezembro e 10 de janeiro, houve um crescimento de 34,9% nas mortes por Covid-19 no estado. De acordo com dados do Ministério da Saúde, foram contabilizados 22 falecimentos em decorrência da doença e 997 novos casos foram registrados nas últimas 24h. O estado já registrou, no total, 145 mil casos e 2,5 mil óbitos.

Segundo o Tribunal, a solenidade ocorrerá fora de suas dependências pela primeira vez neste ano. Sendo assim, justifica que a opção por mantê-la no calendário foi feita tomando os devidos cuidados exigidos para a prevenção da Covid-19. O local escolhido foi um auditório com capacidade para cerca de 1100 pessoas, sendo esperado que compareçam ao local no máximo 300 pessoas.

Ainda de acordo com o Tribunal, serão aplicadas todas as recomendações de higiene e desinfecção dos ambientes. A corte informa que o uso de máscaras será obrigatório, que será adotado o distanciamento entre as poltronas, que a temperatura corporal dos convidados será aferida logo na entrada do centro de convenções e que vasilhames com álcool em gel 70% serão instalados em diversos pontos do local para que todos possam aplicar nas mãos periodicamente. Também serão disponibilizadas máscaras faciais, para que seja garantida a troca do equipamento de proteção ao longo da cerimônia.

O Tribunal diz que só será permitida a entrada de pessoas incluídas previamente em lista de convidados e que será realizado um acompanhamento dos participantes após o evento. Por fim, a assessoria de imprensa informou que as portas e janelas serão mantidas abertas para que haja circulação do ar.

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem