Apib pede a suspensão do inquérito que intimou Sônia Guajajara

A entidade defende que a investigação é utilizada para intimidá-la a partir de uma narrativa política que carece de materialidade

A Coordenadora da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil, Sônia Guajajara (Wilson Dias/Agência Brasil)

A Coordenadora da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil, Sônia Guajajara (Wilson Dias/Agência Brasil)

Justiça

A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) apresentou à Vara Federal Criminal do Distrito Federal pedido de suspensão do inquérito que intimou Sônia Guajajara por suposta difamação contra o governo federal.

Na ação, a entidade defende que a investigação contra a líder indígena e candidata à vice-presidência da República pelo PSOL em 2018 está sendo utilizada para intimidá-la a partir de uma “narrativa política, carecendo de elementos de materialidade, legitimidade, legalidade e de conjunto probatório”.

 

O documento também destaca que a participação da Fundação Nacional do Índio (Funai) no processo, no caso, trouxe “muita estranheza”, uma vez que a instituição foi criada “justamente para proteger os interesses dos povos indígenas”.

Sônia Guajajara, uma das coordenadoras executivas da Apib, foi intimada pela PF a depor por suposta difamação contra o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em razão da websérie “Maracá”, que aborda violações contra os povos indígenas na pandemia da covid-19. O inquérito foi aberto a pedido da Funai.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Post Tags
Compartilhar postagem