Esporte

Senado aprova audiência com árbitro de Corinthians x Grêmio para discutir erros do VAR

O requerimento partiu de Jorge Kajuru (PSB-GO). A data da sessão ainda não foi definida pela Comissão de Esporte

Jorge Kajuru; Foto: Pedro França/Agência Senado
Apoie Siga-nos no

A Comissão de Esporte do Senado aprovou, nesta quarta-feira 20, a realização de uma audiência pública para debater “os constantes erros de arbitragem no futebol brasileiro”. O requerimento partiu de Jorge Kajuru (PSB-GO).

O senador mencionou a polêmica registrada no jogo entre Corinthians x Grêmio na última segunda-feira 18. Nos instantes finais da partida, o árbitro Wilton Pereira Sampaio não marcou um pênalti após a bola tocar na mão de Yuri Aberto, do time paulista. Emerson de Almeida Ferreira era o responsável pelo VAR – o árbitro de vídeo – mas não recomendou ao juiz de campo a revisão da jogada.

O requerimento aprovado convida para a audiência pública, ainda sem data definida:

  • Ednaldo Rodrigues, presidente da Confederação Brasileira de Futebol;
  • Wilson Luiz Seneme, presidente da Comissão de Arbitragem da CBF;
  • Bruno Arleu Araújo, árbitro;
  • Wilton Pereira Sampaio, árbitro;
  • Alberto Guerra, presidente do Grêmio; e
  • Paulo Rogério Pinheiro, presidente do Goiás.

Horas após o jogo, a Comissão de Arbitragem da CBF reconheceu o erro. “O bloqueio da bola com o braço nesta ação caracteriza a infração de pênalti, portanto uma penalidade deveria ser marcada no campo de jogo. E quando não marcada, o VAR deveria recomendar revisão para tal ação”, disse Péricles Bassols, gerente técnico do VAR.

O presidente do Goiás foi convidado porque, segundo Kajuru, o time perdeu um jogo para o Santos em julho “graças à marcação de um pênalti polêmico” por Bruno Arleu Araújo.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo