Esporte

Pelé pede a Neymar que continue na seleção brasileira

Após a eliminação na Copa, Neymar colocou em dúvida sua continuidade na seleção

O jogador de futebol Neymar. Foto: Jewel Samad/AFP
Apoie Siga-nos no

O ex-craque Pelé homenageou Neymar na sexta-feira 9 com uma mensagem no Instagram, depois que o atacante marcou um gol na eliminação diante da Croácia pelas quartas de final da Copa do Catar e igualou seu recorde de tentos com a camisa do Brasil (77).

“Eu te vi crescer, torci por você todos os dias e finalmente posso lhe parabenizar por igualar meu número de gols com a Seleção Brasileira. Nós dois sabemos que isso é muito mais do que um número. O nosso maior dever, como atletas, é inspirar. Inspirar nossos colegas de profissão de hoje, as próximas gerações e, acima de tudo, inspirar todos que amam o nosso esporte”, disse o ‘Rei’, que postou uma foto do jogador comemorando o gol na prorrogação contra os croatas.

Pelé, que segue internado em uma clínica em São Paulo para uma reavaliação de seu tratamento contra um câncer de cólon identificado no ano passado, lamentou o resultado (1-1 nos 120 minutos e derrota por 4 a 2 nos pênaltis) mas buscou dar apoio ao jogador de 30 anos.

“Infelizmente o dia não é o mais feliz para nós, mas você sempre será a fonte de inspiração que muitos almejam se tornar. Eu aprendi que quanto mais o tempo passa, mais o nosso legado cresce. Meu recorde foi estabelecido há quase 50 anos, e ninguém tinha conseguido se aproximar dele até agora. Você chegou lá, garoto. Isso valoriza a grandeza da sua conquista, @neymarjr.

O jogador do PSG alcançou esse recorde em 124 jogos, enquanto Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, o fez em 92 partidas entre 1957 e 1971.

Após a eliminação, Neymar colocou em dúvida sua continuidade na seleção ao não garantir 100% que voltará a vestir a ‘Amarelinha’. Mas Pelé incentivou o astro a permanecer na equipe.

“Porém, você sabe, assim como eu, que nenhum número é maior que a alegria de representar nosso país. Tenho 82 anos, e depois de tanto tempo, espero ter lhe inspirado de alguma forma para chegar tão longe. Mais que isso, espero que a sua conquista contagie as milhões de pessoas que te seguem a desafiarem o que parece impossível. O seu legado está longe de chegar ao fim. Continue nos inspirando. Eu continuarei dando socos no ar de felicidade com cada gol que você fizer, como fiz em todas as partidas que vi você em campo”, concluiu o ‘Rei’.

ENTENDA MAIS SOBRE: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo