Educação

SC: Universidade recua de normas que vetavam certos tipos de roupa

Texto original punha vetos ao vestuário feminino sob o pretexto de ‘evitar exageros’ e que ‘a vestimenta se sobreponha ao profissionalismo’

Créditos: Divulgação Créditos: Divulgação
Créditos: Divulgação Créditos: Divulgação
Apoie Siga-nos no

A Universidade Vale do Itajaí (Univali) recuou de uma instrução normativa que ditava regras sobre as vestimentas de seus funcionários no ambiente de trabalho. A medida foi divulgada no dia 30 de março com normas para, segundo a instituição, “evitar exageros onde a vestimenta se sobreponha ao profissionalismo”.

Em nota, a instituição afirmou que a divulgação da minuta “foi equivocada” e que está prevista para esta quinta-feira 1 a publicação de uma nova norma com alterações em seu conteúdo.

O texto original pautava inadequações, sobretudo, ao vestuário feminino. Estabelecia como inadequadas, por exemplo, “roupas coladas ao corpo, com decote grande ou em tecidos transparentes, sem mangas ou alças e as curtas, assim consideradas as saias, vestidos, shorts ou bermudas acima do joelho, e as blusas e camisetas que exponham o umbigo”.

Também não recomendava “o uso de blusa ou camiseta que não esconda as costuras e alças da lingerie, bem como uso de mini blusas, mini saias, shorts e camiseta regata”.

O “uso de calça ou bermuda baixa, estilo sagger ou sagging (pendurada no glúteo), expondo a lingerie, cueca, ou parte da região lombar e glúteos, sem cinto ou com cinto frouxo” também estava entre a lista de inadequações.

O documento, direcionado ao pessoal técnico-administrativo, docente e discente da instituição, ainda abrangia a inadequação do uso de bonés, chinelos e, para os homens em geral, camisetas tipo regata, shorts e bermudas.

Ainda de acordo com o primeiro texto estavam previstas penalidades aos funcionários que não se adequassem às medidas.

Ana Luiza Basilio

Ana Luiza Basilio Repórter do site de CartaCapital

Tags: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.