Protestos pró-educação têm nova rodada hoje. Por que ir às ruas?

Cortes em universidades e falta de espaço para estudantes no governo prometem inflar manifestações. Há ao menos 150 atos marcados

Protestos pró-educação têm nova rodada hoje. Por que ir às ruas?

Educação

Estudantes, professores, pesquisadores e profissionais da educação voltam às ruas nesta quinta-feira 30 em uma nova mobilização em defesa da educação, contra os cortes orçamentários praticados pelo Ministério da Educação e também em reação à reforma da Previdência, que sofre articulação política para ser aprovada. A ação ainda deve desembocar em uma paralisação geral no dia 14 de junho.

Segundo informações da União Nacional dos Estudantes (UNE) há 150 atos confirmados em todo o Brasil, EUA e Europa. A entidade, ao lado de outras como a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), estão à frente da mobilização para o segundo ato, que tem contado com um trabalho de base junto às escolas e universidades. Ambas estão à frente de novos chamados para o #30M. A UNE, inclusive, tem estimulado os pesquisadores a levarem suas pesquisas para o ato.

Embora as instituições não arrisquem um número, apostam que a paralisação desta quinta-feira deva ser maior do que a anterior, do dia 15 de maio, que levou, pelo menos, meio milhão às ruas em São Paulo, 300 mil no Rio de Janeiro, 250 mil em Belo Horizonte,  e 100 mil em Salvador, Fortaleza e Natal.

“A conjuntura é o grande chamariz para as ruas. Um país que retira dinheiro da educação vai na contramão do que os estudantes querem. Essa foi a gota d’água que deu origem ao tsunami da educação”, avalia o presidente da Ubes, Pedro Gorki.

Gorki acredita que um episódio recente pode impulsionar ainda mais a ida às ruas. Ele e a presidenta da UNE, Marianna Dias, foram agredidos e impedidos de se pronunciar na reunião da Comissão de Educação na Câmara dos Deputados, no dia 22 de maio. O ministro da educação, Abraham Weintraub, presente na reunião, também se negou a ouvi-los.

“Nós nem precisaríamos ter dito nada. A narrativa que ficou é que eles não querem ouvir as demandas dos estudantes. E já que não quiseram ouvir na Casa do Povo, terão que ouvir nas ruas”, atesta.

Confira a lista dos locais, divulgada pela UNE, onde há atos confirmados nesta quinta-feira.

SUL
Caxias do Sul (RS) Praça Dante Alighieri 17h30
Porto Alegre (RS) Esquina Democrática 18h
Santa Maria (RS) Praça Saldanha Marinho 17h
Viamão (RS) CalçadãoTapir Rocha 13h
Bento Gonçalves (RS) IFRS – Campus Farroupilha 13h30
Bento Gonçalves (RS) IFRS 15h
Lageado (RS) Em frente a Caixa Econômica Federal 10h
Torres (RS) Praça XV de Novembro 15h
Rio Grande (RS) Largo Dr Pio 17h30

Joinville (SC) Praça da Bandeira 15h
Chapecó (SC) Praça Coronel Bertaso 18h
Florianópolis (SC) Praça XV de Novembro 15h
Camboriú (SC) IFC 12h
Rio do Sul (SC) IFC 19h

Curitiba (PR) Praça Santos Antrade 18h
Maringá (PR) UEM 17h
Londrina (PR) Calçadão do centro 16h
Foz do Iguaçu (PR) TTU – Terminal de Transporte Urbano de Foz do Iguaçu 15h

SUDESTE
São Paulo (SP) Largo da Batata 17h
Piracicaba (SP) Praça José Bonifácio 17h
Avaré (SP) Largo São João 18h
Santo André (SP) E.E Americano Brasiliense 12h
Sorocaba (SP) Praça Cel Fernando Prestes 13h
Caçapava (SP) Praça da bandeira 9h
Santos (SP) Estação Cidadania- Ana Costa – 340 18h
Taubaté (SP) Praça Sta Teresinha 17h
São José do Rio Preto (SP) Frente a câmara municipal 18h30
Ubatuba (SP) Calçadão centro da cidade 17h
Botucatu (SP) Praça da catedral metropolina 17h
Ribeirão Preto (SP) Em frente ao Teatro D. Pedro 15h
Jundiaí (SP) Praça Matriz 10h
São Carlos (SP) Praça Coronel Salles 9h
Campinas (SP) Largo do Rosário 17h
São José dos Campos (SP) Praça Afonso Pena 16h

Belo Horizonte (MG) Praça Afonso Arinos 17h
Montes Claros (MG) Praça Dr. Carlos 15h
Sete Lagoas (MG) Av. Antônio Olinto 16h30
Uberlândia (MG) Praça do J – UFU 15h
Itabirito (MG) Praça 1º de Maio 9h
Ouro Preto (MG) Concentração na portaria da UFOP 14h
Mariana (MG) Concentração terminal turistico 15h

Vitória (ES) Teatro da UFES 16h30

Candelária (RJ) 15h
Petrópolis (RJ) Praça Dom Pedro 17h
Volta Redonda (RJ) Praça Juarez Antunes 17h
Nova Friburgo (RJ) Praça Demerval Barbosa 17h

CENTRO-OESTE
Goiânia (GO) Praça Universitária 15h
Céres (GO) Parque Curumin 8h
Brasília (DF) Museu Nacional 10h
Cuiabá (MT) Praça Alencastro 14h
Tangará da Serra (MT) Em frente a UNEMAT 8h
Campo Grande (MS) Praça Ary Coelho 15h

NORTE
Palmas (TO) UFT 18h
Belém (PA) Praça da República 16h
Bragança (PA) Praça das Bandeiras 16h
Altamira (PA) UFPA – Campus 1 16h30
Santarém (PA) Praça da Matriz 17h
Marabá (PA) Em frente à UNIFESSPA Campus I 7h30
Tucurí (PA) Praça do Rotery 8h
Castanhal (PA) Praça Matriz 16h
Macapá (AP) Praça da Bandeira 15h
Laranjal do Jari (AP) Praça Central 17h
Boa Vista (RR) Centro Cívico 16h
Manaus (AM) Praça da Saudade 15h
Porto Velho (RO) Unir centro 16h
Rio Branco (AC) Praça da Revolução 11h

NORDESTE
São Luis (MA) Praça Deodoro 15h
Bacabal (MA) Praça Silva Neta 16h30
Pinheiro (MA) Praça do centenário 15h UFMA
Timon (MA) Praça São José 7h

Teresina (PI) Praça da liberdade 8h
Picos (PI) Praça Felix Pacheco 7h

Fortaleza (CE) Praça da Gentilândia 14h
Barbalha (CE) Parque da Barbalha 8h
Sobral (CE) IFCE – Campus Sobral 18h30
Limoeiro do Norte (CE) IFCE- Campus Limoeiro do Norte 7h30
Aracape (CE) Praça Matriz 14h DCE Unilab
Tabuleiro do Norte (CE) Praça da Matriz 7h30

Natal (RN) Praça Cívica 15h
São Miguel (RN) Rua Dr José Torquarto (em frente ao BB) 17h
Currais Novos (RN) Praça Tetê Salustiano 16h

Campina Grande (PB) Praça da bandeira 13h
João Pessoa (PB) CCHLA / UFPB 15h
Guarabira (PB) Praça Lima e Moura 15h

Aracaju (SE) Praça General Valadão 15h Claudiney

Maceió (AL) Praça do centenário 13h Pedro
Arapiraca (AL) Bosque das Arapiracas 9h

Salvador (BA) Praça do Campo Grande 10h
Paulo Afonso (BA) Praça da Tribuna 17h30
Irecê (BA) Em frente ao banco do Brasil (centro) 8h
Jequié (BA) Em frente a câmara dos vereadores 15h
Serrinha (BA) Praça Luis Nogueira 7h30
Feira de Santana (BA) Praça Tiradentes 08h30
Valente (BA) Praça do Forrodrómo 8h30
Juazeiro (BA) Em frente ao INSS 15h

Recife (PE) Rua Aurora 15h
Caruaru (PE) Grande hotel 8h
Vitoria de Santo Antão (PE) Próximo ao CAV 13h
Araripina (PE) Praça da Igreja Matriz 8h
Guaranhuns (PE) Praça Colunata 10h
Petrolina (PE) Praça do Bambuzinho 15h
Surubim (PE) Pátio da Usina 8h

INTERNACIONAIS
Estados Unidos – Massachusetts Boston – Harvard 19h
Estados Unidos – Nova York NY – Washington Square Park 15h
Estados Unidos – Califórnia Los Angeles – 800 N Alameda St, 13h
Irlanda – Dublin – Spire of Dublin 18h
Suíça – Genebra – Rue De Lausanne, 1202 16h
Holanda – Amsterdam – Dam 1 17h
Portugal – Lisboa – Praça Luis Camões 18h
Portugal – Coimbra – Praça da República 17h
Estados Unidos – Flórida 12h
Luxemburgo – Luxemburgo – Place d’Armes 14h30

 

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Repórter do site CartaEducação

Compartilhar postagem