CartaExpressa

Candidatos afetados por chuvas no Paraná poderão pedir reaplicação do ENEM

Responsável pela aplicação da prova, o Inep atendeu a um ofício enviado pela secretaria estadual de Educação no último dia 31

Apoie Siga-nos no

O Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) vai permitir que candidatos afetados pelas fortes chuvas no Paraná peçam a reaplicação do Enem, principal porta de entrada do ensino superior no País, para os dias 12 e 13 de dezembro. As datas já tinham sido reservadas aos candidatos que foram destinados a locais de prova muito distantes.

No estado, a aplicação da primeira fase da prova está mantida para o domingo, 5 de novembro.

Os estudantes afetados poderão pedir a reaplicação da prova no período de 13 a 17 de novembro, no site do Enem. De acordo com o Inep, a página do participante terá uma aba específica para que os candidatos submetam os pedidos para análise. As solicitações serão avaliadas caso a caso.

A decisão pela reaplicação responde a um ofício enviado ao Inep pela secretaria de Educação paranaense no último dia 31, conforme noticiou CartaCapital. O documento relata um cenário de desastre ambiental em decorrência dos temporais que atingem o estado desde o início de outubro.

Cálculos da Defesa Civil apontam que mais de 20 mil casas foram danificadas e 192 mil pessoas estão desalojadas em 149 municípios paranaenses. Cerca de 20 escolas precisaram ser fechadas, em razão de estarem em locais de risco ou porque foram destinadas a receber pessoas desabrigadas.

Na primeira etapa do Enem, neste domingo, os candidatos terão de resolver questões de linguagens, ciências humanas e elaborar uma redação. No dia 12 de novembro, segunda etapa da prova, as questões envolvem matemática e ciências da natureza.

Tags: , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.