Mostra online reúne produções que falam de gênero, sexualidade e raça

Mostra CUIR exibe gratuitamente 42 obras de artistas, diretores e coletivos da América-Latina de 7 a 20 de junho

Filme 'Niño Bien', por Wincy Oyarce. Exibido no encontro programado 'Documento, artefato maricas'. Foto: divulgação

Filme 'Niño Bien', por Wincy Oyarce. Exibido no encontro programado 'Documento, artefato maricas'. Foto: divulgação

Cultura,Diversidade

No mês do orgulho LGBTQIA+, a mostra ‘CUIR – FILME E EXPERIMENTO – AMÉRICA LATINA’ reúne em 14 dias de programação online e gratuita 42 produções de circuitos independentes do cinema e das artes visuais latino-americanas, que abordam questões como experiências de sexualidade e gênero.

Entre as obras, o coletivo mineiro ‘As Talavistas’ fará a estreia do longa-metragem Sessão Bruta. A produção encena um jogo entre a ficção e o relato, piada e crítica, presencial e remoto para abordar temas como a transexualidade, travestilidade e a negritude em meio às artes.

Outra estreia que celebra a pauta LGBTQIA+ é o curta Flutu-ação, coprodução entre Brasil e Áustria assinado por Marissa Lobo, Ani Ganzala Lorde e Jeisiekê de Lundu. A obra criada especialmente para a mostra promete abordar sexualidade, espiritualidade e ritualística.

Sobre a CUIR

O termo ‘cuir’ é uma derivação latino-americana que adapta o conceito norte-americano queer, para expressar a pluralidade de gênero e sexualidade na América-Latina, levando em consideração questões raciais, étnicas e um histórico de colonização do território.

Para o curador Luís Fernando Moura, a CUIR surge como “uma resposta das políticas, da pesquisa e das artes do sul global a maneiras de descrever dissidências sexuais e de gênero”. A mostra aposta em filmes originais, muitas vezes com destaque reduzido à circuitos locais, para promover o debate sobre temáticas que abordam sexualidade, gênero, classe, raça, território e colonização.

A mostra online, de 7 a 20 de junho, também contará com oito encontros programados que reunirão artistas e suas obras, para exibição e bate-papo mediado para o público, ao vivo no canal da CUIR. Todos os títulos poderão ser acessados também pela plataforma própria, o cuirfil.me, nas versões português e espanhol.

Confira a programação.

 

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Estagiário de CartaCapital

Compartilhar postagem