CartaExpressa

Youtube remove vídeos negacionistas do canal de Bolsonaro

Youtube remove vídeos negacionistas do canal de Bolsonaro

Conteúdos bloqueados traziam informações falsas sobre a Covid-19 e pregavam a cura da doença com o uso do ineficaz 'tratamento precoce'

Presidente exibe medicamento ineficaz contra Covid-19 durante live semanal. 

Foto: Reprodução/Youtube

Presidente exibe medicamento ineficaz contra Covid-19 durante live semanal. Foto: Reprodução/Youtube

O Youtube removeu diversos vídeos com conteúdos negacionistas do canal oficial do presidente Jair Bolsonaro. Segundo a plataforma, os vídeos bloqueados traziam ‘sérios riscos de danos significativos’ por disseminarem informações falsas sobre a Covid-19 e o uso de medicamentos do ineficaz ‘kit covid’.

Em nota, a rede social não informou quantos vídeos foram retirados e se limitou a dizer que os conteúdos violam as regras da plataforma.

Outros vídeos do canal oficial de Jair Bolsonaro já haviam sido removidos pelo Youtube neste ano por violarem a mesma regra. As políticas da rede social preveem que o canal seja retirado do ar se tiver três violações em 90 dias. O canal do presidente, no entanto, segue ativo.

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem