CartaExpressa

Weverton, do PDT, deixa a base de Flávio Dino e se lançará a governador do Maranhão

O pedetista disse lamentar a decisão de Dino de escolher seu vice, Carlos Brandão (PSDB), como candidato a sucessor

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Apoie Siga-nos no

O senador Weverton Rocha (PDT) disse nesta segunda-feira 31 ao governador Flávio Dino (PSB) que manterá sua pré-candidatura ao governo do Maranhão neste ano. O pedetista lamentou a decisão de Dino de escolher seu vice, Carlos Brandão (PSDB), como candidato a sucessor.

“O Brandão é de um campo político, nós somos de outro”, disse Weverton em entrevista coletiva após o encontro. “Este campo é o que nos identifica. Eu, Flávio e Lula. Sempre tivemos o mesmo lado, sempre militamos do mesmo lado. E ele, claro, não é deste mesmo lado. Não adianta tentar vir para um partido de esquerda para, de uma hora para outra, virar progressista.”

Não se descarta a possibilidade de Brandão deixar o PSDB e se filiar ao PSB.

Weverton frisou, porém, que se dispõe a apoiar Dino em sua tentativa de chegar ao Senado. Ele ainda mencionou sua amizade com o ex-presidente Lula, que pode ter dois palanques no estado, já que também receberá o apoio do atual governador maranhense nas eleições presidenciais. Ainda não se sabe, porém, se o petista anunciará oficialmente o endosso a uma das candidaturas ou manterá postura discreta sobre o pleito no Maranhão.

“Não sou amigo do presidente Lula porque ele foi inocentado pela Justiça e está liderando as pesquisas. Sou amigo do presidente Lula das épocas difíceis, de quando ele estava preso”, emendou Weverton.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.