CartaExpressa,Política

Vice de Amoêdo em 2018 abandona o Novo e chama o partido de ‘vergonha nacional’

Vice de Amoêdo em 2018 abandona o Novo e chama o partido de ‘vergonha nacional’

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Candidato a vice-presidente em 2018 na chapa de João Amoêdo pelo partido Novo, o empresário e professor Christian Lohbauer anunciou em um vídeo nas redes sociais nesta quinta-feira 16 que não faz mais parte da legenda, da qual foi um dos fundadores.

Ao anunciar o rompimento com a sigla, Lohbauer alegou não concordar com o distanciamento do partido de Jair Bolsonaro para ser “arauto do impeachment” e atacou Amoêdo e os atuais dirigentes.

“Um distanciamento absoluto [de Amoêdo com os filiados do Novo]. Um posicionamento de arrogância nunca visto. Nunca se viu um partido político onde os mandatários não têm voz e um grupo de iluminados estabelece os destinos do partido. Um verdadeiro erro crasso, uma vergonha nacional”, criticou.

O Novo, assim como outros integrantes da direita, passou a defender o impeachment recentemente e chegou a compor os atos de 12 de setembro contra o presidente. Ainda assim, deputados do partido seguem votando a favor de Bolsonaro no Congresso. Romeu Zema, governador de Minas Gerais, não descarta uma nova aliança com o ex-capitão em 2022.

O partido vive uma crise nas suas bases e recentemente revelou que perdeu 35 mil filiados desde a sua fundação, em 2011.

Lohbauer atribui a crise da legenda ao “comportamento de João Amoêdo e seu individualismo absoluto ao emitir opiniões, que ele tem o direito de ter, mas como se o partido não existisse, como se os mandatários não existissem no governo de Minas ou no Congresso Nacional”.

Ainda no vídeo, Lohbauer reforçou não concordar com as posições do partido e chamou de “absurdo” o afastamento da legenda do bolsonarismo.

“Neste ano, depois que se estabeleceu essa meta, a meu ver absurda, de transformar o partido Novo em um algoz sistemático do atual governo e se transformar nos arautos do impeachment do presidente da República, independente de quem for, realmente ficou muito difícil de entender o que quer esse partido e como ele funciona”, finaliza.

Lohbauer, assim como Ricardo Salles, ex-ministro do Meio Ambiente que também era filiado ao Novo, é um dos grandes porta-vozes de ruralistas, em especial das empresas de agrotóxicos e transgênicos no Brasil.

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem