CartaExpressa

USP expulsa seis estudantes por fraude a cotas para pessoas pretas, pardas e indígenas

USP expulsa seis estudantes por fraude a cotas para pessoas pretas, pardas e indígenas

Créditos: EBC

Créditos: EBC

A Universidade de São Paulo decidiu expulsar seis estudantes da instituição por fraudarem as cotas direcionadas a pessoas pretas, pardas e indígenas. A decisão ocorreu na quinta-feira 22 após reunião do Conselho de Graduação da universidade.

Os alunos pertenciam à Faculdade de Medicina, em São Paulo,à Faculdade de Odontologia, em Bauru, interior do estado, e à Escola de Enfermagem, também na capital, de acordo com o Comitê Antifraude às Cotas Raciais. Os estudantes têm um prazo para apresentar pedido de reconsideração da decisão.

No início do mês, a Folha de S. Paulo publicou uma reportagem apontando que de 193 processos por fraudes em cotas raciais, a universidade só tinha concluído um deles, ou seja, 0,5% do total.

A reportagem apontou ainda que do total de 381 denúncias, a Pró-Reitoria de Graduação tinha descartado 160 por falta de indícios de materialidade; outras 27 denúncias não prosperaram pelo fato de os próprios alunos cancelarem suas matrículas por conta própria.

A Universidade aprovou em 2017 a implantação de cotas raciais e de escola pública no vestibular da Fuvest. Em 2020, a USP expulsou um estudante pela primeira vez ao fraudar o sistema de cotas raciais e sociais.

 

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem