CartaExpressa

Twitter diz que live de Bolsonaro com mentiras sobre vacinas ‘viola regras’, mas não excluirá o post

A plataforma alegou que ‘pode ser do interesse público que [a publicação] continue acessível’

Foto: Reprodução/Redes Sociais
Foto: Reprodução/Redes Sociais
Apoie Siga-nos no

O Twitter informou nesta segunda-feira 25 que a transmissão ao vivo compartilhada pelo presidente Jair Bolsonaro na última quinta-feira 21 “violou as regras sobre a publicação de informações enganosas e potencialmente prejudiciais relacionadas à Covid-19”. A rede social, porém, não excluirá o post.

Segundo o Twitter, ainda que a postagem contrarie as regras da plataforma, “pode ser do interesse público que continue acessível”. No domingo 24, o Facebook, por outro lado, decidiu deletar a transmissão.

Na live, Bolsonaro mentiu, mais uma vez, sobre as vacinas contra a Covid-19. Agora, o ex-capitão liga os imunizantes ao desenvolvimento da Aids.

A afirmação, falsa, foi desmentida por cientistas de todo o mundo e publicada em um site inglês conhecido por espalhar teorias da conspiração. A fake news que relaciona vacinas ao desenvolvimento da doença já era conhecida, a ponto de a Organização Mundial de Saúde ter reforçado a importância de portadores de HIV serem imunizados contra a Covid-19.

Nesta segunda, a bancada do PSOL na Câmara e o deputado Túlio Gadêlha (PDT-PE) acionaram o Supremo Tribunal Federal contra Bolsonaro.

Na notícia-crime, os parlamentares apontam que Bolsonaro cometeu infração de medida sanitária preventiva voltada a proteger a “incolumidade pública no que concerne à saúde da coletividade”. Mencionam, também, o artigo do Código Penal que estabelece o crime de “expor a vida ou a saúde de outrem a perigo direto e iminente”, já que Bolsonaro, em sua live, incentivou “clara exposição da população brasileira ao vírus, ao propagar mentiras sobre a vacina.” Ainda acusam o ex-capitão de violar o princípio da moralidade, de improbidade administrativa e de crime de responsabilidade.

CartaCapital

CartaCapital Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.