CartaExpressa

‘Só não reconhece o que o PT fez quem não tem gratidão’, diz Contarato em filiação

A cerimônia – híbrida – ocorreu nesta sexta-feira 28 e teve a participação do ex-presidente Lula

Foto: Reprodução/TV PT
Foto: Reprodução/TV PT
Apoie Siga-nos no

O senador Fabiano Contarato, do Espírito Santo, filiou-se ao PT nesta sexta-feira 28, em uma cerimônia híbrida. Participaram da filiação deputados e senadores petistas, a presidenta nacional da sigla, Gleisi Hoffmann, e o ex-presidente Lula.

Ao justificar a decisão de deixar a Rede Sustentabilidade, Contarato declarou que “o PT é o partido dos pobres, dos pretos, dos pardos, dos índios, dos quilombolas, da população LGBTQIA+, das pessoas com deficiência, das mulheres”.

“Só não reconhece o que o PT fez quem não tem o mínimo de gratidão”, acrescentou o senador, citando, entre outros, programas como ProUni, Pronatec, Minha Casa Minha Vida, Ciência sem Fronteiras e Mais Médicos.

Contarato também disse desejar um País que diminua o abismo entre pobres e ricos e a concentração de riqueza, “um Brasil que não vá me julgar por minha orientação sexual ou pela cor da pele dos meus filhos”.

Ao discursar na cerimônia, Lula afirmou que Contarato, ao ingressar no PT, deixa os correligionários “lisonjeados, porque não é todo dia que nasce um político com essa dimensão, esse caráter e essa postura democrática e defensora dos direitos humanos”.

“E precisamos adquirir o direito de estarmos indignados, todo santo dia, com o desgoverno do Bolsonaro. Não é possível um governo tão medíocre, um presidente que não manda sequer no Orçamento, que não investe em Ciência e Tecnologia, em Educação ou em Cultura”, emendou Lula.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.