CartaExpressa

Senador protocola pedido de convocação de Carlos Bolsonaro na CPI da Covid

O pedido veio após o CEO da Pfizer na América Latina confirmar que o vereador participou de reunião com executivas da farmacêutica

O vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ). Foto: Reprodução/Canal Leda Nagle
O vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ). Foto: Reprodução/Canal Leda Nagle

O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) apresentou requerimento para que o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) seja convocado a prestar depoimento na CPI da Covid.

O pedido veio após o CEO da Pfizer na América Latina, Carlos Murillo, confirmar à comissão parlamentar que o filho do presidente Jair Bolsonaro participou de uma reunião com executivas da farmacêutica norte-americana e representantes da Secretaria de Comunicação da Presidência.

O encontro aconteceu no dia 7 de dezembro e foi convocado pelo então chefe da Secom, Fábio Wajngarten, para obter “esclarecimentos a respeito dos entraves legais” relacionados à oferta de vacinas para o Brasil, explicou Murillo.

“É necessária a oitiva dos Srs. Carlos Bolsonaro e Filipe Martins para que esclareçam a efetiva participação na reunião, confirmem a presença dos demais e forneçam todos os detalhes necessários para aclarar os termos do depoimento do Sr. Carlos Murillo, bem como esclareçam se participaram de outras reuniões referentes ao combate à pandemia”, justifica o senador no pedido.

Leia o requerimento.

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!