CartaExpressa

Seis em cada dez mortos por Covid-19 não tomaram a 3ª dose da vacina

O País tem 77,89% de sua população vacinada com a segunda dose e 46,8% com a de reforço

Vacina para todos 
é um lema mundial. (Foto: Cristine Rochol/Prefeitura de Porto Alegre)
Vacina para todos é um lema mundial. (Foto: Cristine Rochol/Prefeitura de Porto Alegre)
Apoie Siga-nos no

Seis em cada dez mortos e mais da metade dos internados em decorrência da Covid-19, entre março e junho deste ano, não tomaram a 3ª dose da vacina. A maioria das vítimas é composta por idosos com comorbidades. Os dados foram levantados pela plataforma de monitoramento da pandemia Info Tracker, ligada às universidades USP e Unesp, a pedido do UOL.

Os dados também mostram que três em cada dez óbitos referem-se a pacientes que tomaram a dose de reforço ainda no ano passado, o que indica a necessidade de uma quarta dose ao longo deste ano.

Segundo dados do governo federal, de março a 20 de junho, 30 mil pessoas precisaram ser internadas pela doença. Dessas, 17 mil, ou 56% dos casos, não tinham tomado a terceira dose, ou primeira dose do reforço.

A proporção é maior quando se avalia o número de óbitos. No mesmo período, 61% dos 7.547 mortos pela Covid não haviam tomado a terceira dose. O percentual chegou a 69% em abril.

O País tem 77,89% de sua população vacinada com a segunda dose e 46,8% com a dose de reforço.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.