CartaExpressa

Rejeição à candidatura de Bolsonaro chega a 64%, mostra Ipespe

Sergio Moro (Podemos) e João Doria (PSDB) também têm índices de rejeição que superam os 50%

Foto: NELSON ALMEIDA/AFP
Foto: NELSON ALMEIDA/AFP

A rejeição à candidatura de Jair Bolsonaro (PL) cresceu dois pontos percentuais e chegou a 64% dos eleitores, segundo a pesquisa XP/Ipespe divulgada nesta sexta-feira 14. Da lista de nomes apresentados pelo instituto, Sergio Moro (Podemos) e João Doria (PSDB) também têm índices de rejeição que superam os 50%.

Os resultados da nova pesquisa apresentam pouca variação em relação ao levantamento anterior do instituto, realizado em dezembro de 2021. Os índices estão dentro da margem de erro de 3,2 pontos percentuais.

No novo levantamento Doria manteve 55% de reprovação ao seu nome como candidato, Moro recuou 2 pontos percentuais, saindo de 53% para 51%. Já o ex-presidente Lula (PT) caiu de 44% para 43% e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) recuou de 45% para 43%.

Os demais nomes monitorados pela pesquisa apresentaram alto índice de desconhecimento. Cerca de metade da população diz que não sabe quem são Simone Tebet (MDB), Alessandro Vieira (Cidadania), Rodrigo Pacheco (PSD) e Felipe D’avila (Novo).

A XP/Ipespe ouviu 1 mil eleitores nos dias 10, 11 e 12 de janeiro de 2022. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais e o índice de confiança é de 95,5%.

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!