CartaExpressa,Política

Randolfe: ‘Descobrimos que a Pfizer ficou sem resposta do governo 81 vezes’

Randolfe: ‘Descobrimos que a Pfizer ficou sem resposta do governo 81 vezes’

Foto: Justin Tallis/AFP

Foto: Justin Tallis/AFP

O vice-presidente da CPI da Covid, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), afirmou nesta quarta-feira 9 que o governo de Jair Bolsonaro recebeu, ao menos, 81 tentativas de contato da Pfizer, que manifestava interesse de vender vacinas ao Brasil.

O parlamentar citou um documento obtido pela comissão.

A declaração foi feita por Randolfe durante o depoimento do ex-secretário executivo do Ministério da Saúde Élcio Franco, número dois da pasta sob a gestão do general Eduardo Pazuello.

Diante da informação do senador, Franco argumentou que “algumas eram respostas de demandas nossas, outros eram e-mails que mandavam repetidamente ao ministério, com o mesmo conteúdo”.

Pelas redes sociais, Randolfe comentou a informação. “OITENTA E UM! Em investigação na CPI da Covid, descobrimos que a Pfizer ficou sem resposta ou manifestação de interesse do Governo pelas vacinas pelo menos 81 vezes! Não restam dúvidas da omissão do governo na aquisição de vacinas para o Brasil!”, escreveu.

 

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem