CartaExpressa

Randolfe apresenta queixa-crime contra Bolsonaro por difamação

Randolfe apresenta queixa-crime contra Bolsonaro por difamação

A iniciativa do senador tem como base publicações do presidente que insinuam seu suposto envolvimento no caso Covaxin

O senador Randolfe Rodrigues. Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O senador Randolfe Rodrigues. Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Alvo frequente das investidas de Jair Bolsonaro contra a CPI da Covid, o senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) apresentou uma queixa-crime contra o presidente por difamação.

A ação do senador, que é vice-presidente da CPI, tem como base publicações do presidente nas redes sociais que atribuem a Randolfe envolvimento nos esquemas da compra do imunizante Covaxin, principal alvo da atual fase da CPI. A Polícia Federal também investiga o caso.

No vídeo publicado por Bolsonaro, Randolfe cobra celeridade da Anvisa pela liberação do uso dos imunizantes Covaxin e Sputnik no Brasil. O presidente afirmou que o senador “queria comprar a Covaxin sem licitação e sem a certificação da Anvisa” e “negociou, em 05/abril/2021, até mesmo a quantidade de vacinas: 20 milhões”.

Bolsonaro diz ainda que Randolfe, o presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), e o deputado Renildo Calheiros (MDB-AL), irmão do relator da comissão, Renan Calheiros (MDB-AL), “via emendas, tudo fizeram para que governadores e prefeitos pudessem comprar as vacinas a qualquer preço, com o Presidente da República pagando a conta, obviamente”.

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Repórter do site de CartaCapital

Compartilhar postagem