CartaExpressa

‘Quem não deve não teme’, diz Mourão sobre CPI do Tratoraço

‘Quem não deve não teme’, diz Mourão sobre CPI do Tratoraço

Comissão investigaria denúncia de orçamento paralelo para liberação de emendas no valor de 3 bilhões de reais

Foto:  Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou na terça-feira 11 que o governo não teme uma nova CPI que investigaria denúncia de orçamento paralelo para liberação de emendas no valor de 3 bilhões de reais.

O valor teria sido liberado para uma lista de deputados que apoiam Jair Bolsonaro e enviado para prefeituras adquirirem  máquinas agrícolas.

“Esse trabalho [de articulação com o Congresso] foi feito com orientação do presidente Bolsonaro. O trabalho feito então pelo ministro [Luiz Eduardo] Ramos, agora na mão da Flávia Arruda [ministra-chefe da Secretaria de Governo]. Outros Ministros também tiveram participação nisso, esse pacote de relacionamento executivo/legislativo, num presidencialismo de coalizão como o nosso com o congresso fragmentado é assim que ele funciona”, afirmou.

“Teoria do puxa encolhe, vai para lá, vem para cá. É assim que funciona. Não digo questão de barrar, quem não deve não teme. O problema de CPI é mais a turbulência política que causa e muita gente que aproveita esse momento para ressuscitar e mostrar a seus leitores: ‘Oh, gente, tô vivo aqui. Tem eleição ano que vem, me reeleja'”, completou.

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem