CartaExpressa

‘Popularidade’ de Moro despenca em apenas três anos, revela pesquisa Ipespe

Em uma escala de 0 a 10, ex-juiz tinha nota acima de 7 em janeiro de 2019, atualmente sua avaliação é de apenas 4 pontos

(Foto: Saulo Rolim/Podemos)
(Foto: Saulo Rolim/Podemos)
Apoie Siga-nos no

Quando o assunto é popularidade, o ex-juiz Sergio Moro (Podemos) já viveu dias melhores. É o que sugerem dados da mais recente pesquisa do instituto Ipespe, divulgada nesta quinta-feira 27. Em janeiro de 2019, em uma escala de 0 a 10, ex-juiz era avaliado por eleitores com a nota 7,3. Três anos depois, porém, sua avaliação despencou para 4.

Naquela época, o ex-juiz foi nomeado ministro da Justiça pelo governo de Jair Bolsonaro (PL). Ironicamente, ele era quem gozava da melhor avaliação entre os nomes monitorados pela Ipespe. Naquele momento, sua avaliação superava até a de Bolsonaro, que tinha nota média de 6,7. Paulo Guedes aparecia em terceiro lugar, com 6,1.

O cenário atual, com o ex-juiz embarcando oficialmente em uma candidatura política, é praticamente o oposto, tendo Moro disputando as últimas colocações na avaliação popular. Bolsonaro também apresentou queda vertiginosa neste período, chegando a atuais 3,7 pontos. Guedes supera Moro por apenas 0,1 neste levantamento.

No mesmo período, outros dois presidenciáveis apresentaram certa estabilidade. Lula (PT) iniciou 2019 com nota média de 5,5 pontos e abre 2022 com 5,4. O petista passou por períodos de baixa, sendo o pior em abril de 2020, quando tinha apenas 4,3. Ciro Gomes (PDT), por sua vez, tinha 4,6 pontos de nota média e inicia 2022 com 4,5. O pedetista variou pouco neste período.

João Doria (PSDB) e Rodrigo Pacheco (PSD) são outros dois candidatos que aparecem no monitoramento. Na mesma escala de 0 a 10, Doria saiu de 5 em janeiro de 2019 para 3,8 em janeiro de 2022. Pacheco só tem duas avaliações, em maio de 2021, quando tinha nota 4,1 e agora, quando tem 3,6.

Getulio Xavier

Getulio Xavier Repórter do site de CartaCapital

Tags: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.